Cai pela primeira vez o número de lares brasileiros com computadores

E mais uma pesquisa, dessa vez realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e divulgada na última sexta-feira (25), aponta que o mercado de PCs está em declínio, ou melhor, cada vez menos lares brasileiros estão contando com um computador. Em 2015, segundo o levantamento, eram 31,4 milhões, o que representa uma redução de 3,4% em relação ao período anterior.

Além disso, as residências com acesso à internet também caiu, porém apresentando um percentual menor, de 2,4%, passando de 28,2 milhões para 27,5 milhões. Apesar de todas as regiões brasileiras terem registrado queda, no Norte e Nordeste os resultados foram mais expressivos: apenas 26,7% e 30,3% dos lares possuem um computador, respectivamente, e 19,6% e 25,8% desses com acesso à internet.

Entre os principais fatores para a queda dos resultados está algo que outras pesquisas também apontam: a preferência cada vez maior da população pelos dispositivos móveis como smartphones e tablets, sem falar na conexão em outros ambientes sem ser o doméstico.

A amostra também revela outros dados como:
102,1 milhões de pessoas de 10 anos ou mais de idade acessaram a Internet em 2015, o que representou um crescimento de 7,1%, (6,7 milhões de usuários) em relação a 2014.

A proporção de internautas brasileiros passou de 54,4% para 57,5% da total dessa parcela da população. O Centro-Oeste foi a região com maior crescimento no número de internautas: 8,7%, seguido do Nordeste (8,4%), Sudeste (6,8%) e Sul (6,2%).

A maioria dos internautas brasileiros têm de 15 a 17 anos (82%), seguido de 18 a 19 anos (82,9%), enquanto a faixa etária de 40 a 49 anos e de 50 em diante foi a que mais registrou aumento: 13,9% e 20,1%, respectivamente.

Há muitos celulares, mas nem todos acessam a internet
Por mais que o mercado tenha fechado em alta novamente após um longo período de queda, nem todo mundo que compra um smartphone conecta o mesmo ao mundo virtual, conforme aponta a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios). Das 139,1 milhões de pessoas que possuía um telefone para uso pessoal em 2015, apenas 57,5% têm acesso à internet.

Em comparação com o ano anterior, houve crescimento de 2,5 milhões de pessoas (1,8%) com celulares, sendo 1,4 milhão desse total somente no Sudeste. O uso do dispositivo foi maior entre os brasileiros de 25 a 29 anos de idade (89,8%), sem falar que as mulheres apresentaram maior proporção que os homens: 78,9% e 77,6%, respectivamente.

Via Tudo Celular

Siga-nos no Facebook!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*